(11) 3501-0298 / 3476-5561   

Dicas da Dog Fit

Cuidados com o filhote


Nunca deixe sapatos, fios elétricos, remédios, brinquedos pequenos demais, etc. ao alcance de seu filhote. Lembre-se que ele é igual a um bebê humano, isto é, bastante curioso; afinal está descobrindo as maravilhas do mundo.

Estes itens mencionados acima podem tornar-se armadilhas fatais como por exemplo, os sapatos que carregam muita sujeira, sendo extremamente perigoso para o seu filhote, ocasionando doenças ou até a morte. Houve um caso de um cãozinho, que adquiriu parva virose brincando com sapatos dos integrantes da família. Esta história teve um final feliz, ufa! Mas é melhor evitar, não é?

Banho: Seu filhote, antes de tomar todas as vacinas, ainda não está totalmente imunizado. Assim, para não fragilizá-lo ainda mais, não é aconselhável banhá-lo (banho tradicional).

Abaixo segue algumas dicas de banho próprio para filhotes: em nosso "Pet shop" há produtos de "Banho seco" próprio para filhotes. O produto tirará o cheirinho azedo e não fará mal para seu pet.

Há também uma receita caseira:
Dilua uma tampinha de vinagre em 500 ml de água, molhe um algodão nesta mistura e passe gentilmente no seu cãozinho.
Dicas de Comportamento


Ele fez cocô ou xixi nas suas coisas: Xixi nos cantos da casa é coisa de cachorro marcando seu território. Mas se andou sujando as suas coisas, em cima da cama, nos livros, são porque está de mal com você e deixa bem claro! Outra forma de demonstrar zanga canina pode ser despedaçando coisas suas. Nos filhotes, essa é uma atitude comum, mas aí é coisa de infância e basta falar num tom enérgico que eles se aquietam.

Barriguinha para o alto: É o sinal de que "se entrega todo para você". Numa briga, por exemplo, quando o cão vira de barriga para cima é porque entregou os pontos. Nas brincadeiras, seu cão pode ficar nessa posição, que é uma forma bem legal de lhe agradar, mostra que você é mesmo o dono e que quer carinho.

Cheira o rabo dos outros cães: Ele está cumprimentando outro animal da espécie canina. Funciona como "olá, amigo!" O cão identifica o outro através de um odor individual exalado pela glândula anal, que existe na região.

Voltinhas em círculo e arranhões antes de dormir: Esse é um hábito herdado da vida selvagem, pois o cão precisava afofar a terra onde dormia. As voltas orientam a direção, norte ou sul.
Mais Dicas Dog Fit


Uma lambidinha: É um beijão em você, só que mais molhado. Trata-se da maior demonstração de afeto de um cão, especialmente quando lamber seu rosto e suas mãos, que são partes mais descobertas e, em geral, que estão em maior contato com o cão.

Ele está latindo: Da mesma forma que você se expressa de diferentes maneiras, os cães têm vários tipos de latidos. Basicamente, pode expressar três coisas: um pedido, um aviso e a ameaça de ataque.

Quando os latidos têm intervalos longos, do tipo "au......au......au", com uns 15 segundos entre os latidos, é porque seu cão está pedindo algo, como água, comida ou quer dar uma voltinha. Pode ser ainda que ele simplesmente queira que você abra a porta para ele entrar ou sair. Neste caso é provável que depois de latir ele corra e fique parado em frente à porta.

O latido, de alerta ou de advertência é dado sempre que um estranho se aproxima e você pode conferir se ele abaixar um pouco as orelhas, franzindo o nariz às vezes rosnando. Outro bom
indicativo é reparar se os pêlos das costas estão eriçados. O latido tem intervalos menores entre um e outro, mais ou menos uns 3 segundos.

Agora, se ele disparar a latir como um doido, praticamente sem parar, é latido de ataque: ele quer defender seu território, ou o dono, sua comida ou até mesmo sua fêmea. A cara fica toda franzida, os dentes á mostra, as orelhas abaixadas para trás e ele pode avançar e recuar, pronto para morder.
Copyright © 2017 http://www.dogfit.com.br. Todos direitos reservados.

HD3 PUBLICIDADE